sexta-feira, 14 de novembro de 2008

E a estúpida sou eu?

sexta-feira, 14 de novembro de 2008
Numa altura em que muito se fala e se tem falado da segurança nas passadeiras, porque estas não se encontram devidamente sinalizadas, ou porque não há o "triângulo de visibilidade" que permite aos condutores ver o peão com antecedência, ou por causa dos limites de velocidade que são ultrapassados, e etc etc, venho aqui também expor a minha opinião.

Actualmente encontro-me a tirar a carta de condução (sim, quando for dia de aulas de condução eu aviso), e reparo que grande parte dos acidentes em passadeiras não têm culpa directa com a localização das passadeiras, mas principalmente nos condutores e também em grande parte nos peões (os ditos "peões suicidas").

Isto é, aquelas pessoas que só por ser passadeira, aparecem por detrás de um carro qualquer, ou de um poste, ou sabe-se lá de onde é que eles se lembram de aparecer, e nem sequer se dão ao trabalho de ver se está algum carro a passar ao mesmo tempo que eles ou não... Acho que muitos deles o devem fazer só por terem acordado frustrados com a monotonia da sua vidinha e então escondem-se atrás de qualquer coisa, à espera que venham dois carros a passar, só pelo gozo de os verem a bater... E de darem assim mais emoção à sua vida...
Depois há o outro extremo, aqueles que, mesmo tendo o direito de passar pois estão numa passadeira, simplesmente não o fazem, nem que o carro ainda venha a quilómetros de distância... Ficam simplesmente à espera de uma alma caridosa que caia do Céu e os deixe passar e isso é uma coisa em extinção hoje em dia, principalmente quando nos estamos a referir à hora de ponta, aos belos dos taxistas (esses até deviam receber um prémio de tão amáveis que são), àqueles que fingem que não vêm (quase todos)... E depois há os outros despistados como eu, que nem reparam.

E por fim, há aquelas BESTAS a conduzir que se vêm alguém a passar na passadeira, aceleram de modo a pressionar quem está a passar.
Isso aconteceu-me há um tempo numa passadeira perto de casa (que por acaso não está devidamente assinalada)... Antes de atravessar asseguro-me que não vinha ninguém e que o único que vinha, encontrava-se a metros e metros de distância... Comecei a atravessar tranquilamente, quando o QUERIDO do condutor começa a acelerar de propósito... Eu como também não tenho bom feitio, comecei a atravessar mais devagar (embora estivesse com pressa). E, já em cima da passadeira ele é obrigado a fazer uma travagem enorme, e o carro que vinha atrás não lhe bateu por pouco (oh, que pena). Assim que chego ao outro lado da estrada, qual é o meu espanto quando oiço um "ESTÚPIDA"! Bem alto e a bom som! Pois é, o ADORÁVEL do condutor achou-se no direito de me chamar estúpida!

Isto há com cada um... N fosse o facto de eu estar com pressa para apanhar a camioneta (que quase se ia embora e não me estava a apetecer esperar 30m por outra), que ele ouvia das boas...

Enfim... Resta-me a pergunta...

E A ESTÚPIDA SOU EU???
(Mas com sotaque brasileiro tá).

1 Respostas da Treta:

Marco disse...

Anda tudo louco a conduzir... tu vais dar uma excelente condutora, és um espéctáculo :)))

 
Tretas e Afins... © 2008. Design by Blogger